• Larissa Pampolha

Máscaras da Etnia Matis


Os Matis são um grupo indígena que vive no sudoeste do Amazonas, na Terra Indígena Vale do Javari, região do alto Solimões. Esse local fica próximo da fronteira do Brasil com o Peru. Estimados em várias centenas na época dos primeiros contatos (no final dos anos 70), os Matis, falantes de uma língua Pano, não passavam de 87 em 1983.

Nesse curto período, foram afetados por diversas epidemias que custaram à vida de muitos deles. Os sobreviventes desse período tão trágico abandonaram as aldeias na floresta e reagruparam-se ao redor de um posto da Funai, às margens do rio Ituí, em busca de remédios.

Passado alguns anos, tudo foi voltando ao normal, na medida do possível. As plantações voltaram a produzir normalmente, alguns rituais foram resgatados e houve um aumento populacional significativo. Apesar disso, ainda existe o choque demográfico e psicológico decorrente de um contato mal empreendido que os levou a uma situação tão trágica.

Em relação ao artesanato, os Matis são os únicos povos indígenas brasileiros que fazem máscaras de cerâmica. Elas têm relação com espíritos ancestrais conhecidos como “Mariwin”. Para os Matis, esses espíritos vivem nas roças e crescem nas palmeiras das antigas aldeias. Eles tem o papel de disciplinar as crianças da aldeia com o objetivo de torná-las mais fortes.

O artesanato é usado exatamente durante essa tradição, quando os adultos chegam à aldeia usando as máscaras de cerâmica, representando os espíritos ancestrais. Munidos de varas, eles se movimentam de uma forma curvada e fazem grunhidos assustadores. As crianças são levadas a eles e, a menos que consigam escapar, todos são açoitados, dos mais jovens aos pré-adolescentes.

Os golpes não são dados para fazer mal, mas para insuflar o tônus. Os chicotes do “Mariwin”, usados para açoitar as crianças, são feitos de talo da palmeira “daratsintuk”, e cada talo, quebrado ou não, só pode ser utilizado uma vez. Dessa forma eles estabelecem uma relação individualizada entre a palmeira e a criança, sugerindo que os golpes dados pelos espíritos tem um valor terapêutico e preparatório.

Para adquirir as máscaras da etnia Matis, entre em contato com nossas lojas:

Brasil Presente Guarulhos

Endereço: Aeroporto Internacional de Guarulhos, Terminal 3, Portão 317, Embarque.

Celular/Whatsapp: 11 94540-7910

E-mail: aeroportogru@fuchic.com.br

Fuchic Jardins

Endereço: Alameda Franca, 1.167

Telefone: 11 3085-0434

Celular/Whatsapp: 11 97639-5311

E-mail: jardins@fuchic.com.br

Com informações de: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Matis

#artesanatoindígena #matis #arteindígena #amazonas #mariwin #máscaras #cerâmica #ArtesanatoBrasileiro #ArtePopularBrasileira

75 visualizações

INSTITUCIONAL

Quem somos

Como Comprar

Trocas e devolução

Fale conosco

PARA SEGUIR, CURTIR E COMPARTILHAR

facebook
instagram
pinterest
flickr
youtube

FALE CONOSCO

Atendimento de 09 às 17h, de segunda a sexta-feira.

(11) 4192-2986

faleconosco@fuchic.com.br

APOIOS E PARCERIAS

Sebrae
Artesol

Razão Social Anny Megherdijian Darakjian ME - Endereço: Alameda Franca, 1167 | São Paulo | SP - CNPJ:08.074.414/0001-77