Featured Posts

Artesanato em Balata

March 19, 2017

 

 

 

A Balata é o látex de uma árvore chamada “balateira”, também conhecida como maparajuba. Ela é encontrada nos estados do norte do Brasil, principalmente em locais mais próximos da linha do equador. Dela, se extrai uma goma elástica e espessa, bem semelhante ao látex da seringueira.

 

Essa goma é coletada em caixas, que formam blocos de cerca de 40kg. Eles são transportado do alto da serra pelos rios até a cidade mais próxima, onde são comercializados. Na mão dos artesãos, os blocos passam por um processo de limpeza, sendo cortados em pedaços menores. Esses pedaços são aquecidos em banho-maria, que transforma a balata em um material maleável.

 

Todo o processo é feito com o material bruto, sem nada industrial, com o uso das mãos e de ferramentas rústicas. Os ensinamentos passam de pai para filho há muitas gerações.  A balata é originalmente utilizada por índios da Amazônia na produção de objetos como adornos, utensílios e urnas funerárias.

 

Das mãos que modelam a balata surgem miniaturas representando a fauna e a flora brasileira, os costumes indígenas, o cotidiano dos ribeirinhos, lendas e mitos. Em sua forma final, os objetos apresentam textura semelhante ao couro. As peças normalmente são tingidas com pigmentos naturais, como urucum e cumatê.

 

O artesanato em Balata está entre os 75 produtos de reconhecido valor cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Recentemente também ganhou Reconhecimento de Excelência da Unesco para os produtos artesanais.

 

//

The Balata is the latex of a tree called "balateira", also known as maparajuba. It is found in the northern states of Brazil, especially in places closer to the equator. From it, an elastic and thick rubber is extracted.

 

This gum is collected in boxes, which form blocks of about 40kg. They are transported from the top of the mountain by the rivers to the nearest town where they are marketed. In the artisans' hands, the blocks undergo a cleaning process, being cut into smaller pieces. These pieces are heated in a water bath, which transforms the balata into a malleable material.

 

The whole process is done with the raw material, without anything industrial, using only rustic tools and hands. Teachings have passed from father to son for many generations. The balata is originally used by Amazonian Indians in the production of objects such as ornaments, utensils and funeral urns.

 

From the hands that model the balata appear miniatures representing the Brazilian fauna and flora, the indigenous customs, the daily life of the riverside families, legends and myths. In their final form, objects have texture similar to leather. The pieces are usually dyed with natural pigments such as urucum and cumate.

 

Handicrafts in Balata are among the 75 products of recognized cultural value by the Institute of National Historical and Artistic Heritage (Iphan). He recently also won Unesco's Recognition of Excellence for Craft Products.

 

 

Please reload

BUSCA POR ASSUNTO
Please reload