Featured Posts

Lula Vassoureiro

September 29, 2017

 

 

 

 

 

A paixão pelo carnaval corre nas veias do artesão Lula Vassoureiro. O pai dele era um folião nato, que não perdia nenhum bloco de rua durante o carnaval. Essa paixão passou para o filho, que começou a fabricar máscaras ainda criança, com seis anos de idade, seguindo os passos que o pai deixava.

 

As máscaras produzidas por ele são chamadas de “papangus”, sempre muito coloridas. Elas são o símbolo do carnaval da cidade de Bezerros, no agreste de Pernambuco. Ele já se dedica ao artesanato a mais de cinquenta anos, e em 2013 ganhou o título de Patrimônio Vivo pelo Governo de Pernambuco.

 

O artesão diz que o que levou a fazer artesanato foi a falta de estudo. Ele não teve tempo para frequentar a escola, em uma época difícil, ele tinha que garantir com os familiares o sustento da casa com os trabalhos artesanais. O apelido foi herdado do avô e do pai, pois a família era famosa por fazer vassouras na cidade.

 

A maneira de fazer as máscaras é bem rústica, utilizando folhas de jornais, grude, cola branca, tinta acrílica e água. São itens de todos os tamanhos, alguns tendo mais de dois metros de altura. São muito coloridas, com feições diversas.

 

No atelier de Lula também são realizadas oficinas para crianças, jovens e adultos, contribuindo para a perpetuação do ofício e saberes envolvidos na criação das máscaras. Desta forma, sua atividade está sempre ligada ao Carnaval e a cultura da cidade.  

 

O talento do artesão e a história de vida já renderam inúmeros prêmios e participações em feiras e exposições. Do pequeno ateliê ele já levou peças para os Estados Unidas, França, Canadá e Etiópia. Em Pernambuco ele é uma das figuras mais conhecidas, ocupando uma das vagas de mestre na Feira Nacional de Negócios e Artesanato – FENEARTE.

 

//

The passion for carnival runs in the veins of the artisan Lula Vassoureiro. His father loved it, and never missed any street party during the carnival. This passion passed to his son, who began to make masks as a child, at the age of six, following in the footsteps of his father.

 

The masks produced by him are called "papangus", always very colorful. They are the symbol of the carnival of the city of Bezerros, in the agreste of Pernambuco. He has been engaged in handicrafts for more than fifty years, and in 2013 won the title of Living Heritage by the Government of Pernambuco.

 

The craftsman says that what led to making handicrafts was the lack of study. He did not have time to attend school, in a difficult time, he had to ensure with family members the livelihood of the house with crafts. The nickname was inherited from the grandfather and the father, because the family was famous in the city for making brooms.

 

The way of making the masks is quite rough, using newspaper sheets, glue, white glue, acrylic paint and water. They are items of all sizes, some being more than two meters high. They are very colorful, with diverse features.

 

In Lula's Studio, workshops are also held for children, youth and adults, contributing to the perpetuation of the craft and knowledge involved in the creation of masks. In this way, its activity is always linked to the Carnival and the culture of the city.

 

The talent of the craftsman and the history of life have already won countless prizes and participation in fairs and exhibitions. From the small atelier he has already taken parts to the United States, France, Canada and Ethiopia. In Pernambuco he is one of the most known figures, occupying one of the positions of master in the National Business and Handicraft Fair - FENEARTE.

 

 

Please reload

BUSCA POR ASSUNTO
Please reload