Featured Posts

Cuscuz Brasileiro

November 24, 2017

 

O cuscuz que hoje é consumido no Brasil é um prato típico africano que teve origem em Maghreb, no norte da África. Geralmente, era produzido com sêmola de cereais, como o polvilho, milho, trigo, farinha ou mandioca.

 

Essa comida típica só foi trazida para o Brasil durante a colonização dos portugueses, no século 15. Nessa época, a produção da farinha de milho era feita de forma artesanal. Era uma comida destinada às famílias pobres e aos escravos, que consumiam o cuscuz com carne seca batida no pilão. Muitas vezes, era um prato vendido em tabuleiros pelas mulheres negras ou mercadores. Depois, passou a ser feito industrialmente e distribuído por todo o país.

 

Aqui no Brasil existem vários tipos de cuscuz, mas o tradicional é feito com farinha de milho que pode ser temperada com sal e outros ingredientes e depois cozida no vapor. Para fazer o prato típico, os brasileiros costumam utilizar uma panela chamada de cuscuzeira, que pode ser de barro, como a da foto, ou de ferro.

 

Cuscuz Paulista

O cuscuz paulista é feito com farinha de milho, recheado com vários ingredientes. Os mais usados são o palmito, pimentão, tomate, milho, camarão e peixe. A mistura foi criada pelos índios e aprimorada pelos bandeirantes.

 

Cuscuz Nordestino

O cuscuz nordestino é feito no vapor, somente com sal e consumido no café da manhã, umedecido com leite de coco. É uma receita fácil, feita nas manhãs das famílias brasileiras. Também é uma das mais comercializadas em restaurantes.

 

Cuscuz Maranhense

No Maranhão, um tipo de cuscuz famoso é feito com flocos de arroz, goma de tapioca, água e sal. Depois de pronto, vai para a cuscuzeira.

 

Cuscuz de Coco

É um tipo de cuscuz doce feito com coco fresco ralado, açúcar e farinha de milho branco. Para servir, geralmente se adiciona o leite condensado.

 

//

 

The couscous that is now consumed in Brazil is a typical African dish that originated in Maghreb, in North Africa. Generally, it was produced with semolina, tapioca flour, corn, wheat or manioc.

 

This typical food was only brought to Brazil during the Portuguese colonization in the 15th century. At that time, the production of corn flour was handmade. It was a food for poor families and slaves, who consumed couscous with dry meat beaten in the pestle. Often it was  sold on the streets by black women or merchants. Many years later it was made in an industrial scale and distributed throughout the country.

 

Here in Brazil there are several types of couscous, but the traditional one is made with corn flour that can be seasoned with salt and other ingredients and then steamed. To make the typical dish, Brazilians usually use a pot called “cuscuzeira” which can be made of clay, like the one in the picture, or iron.

 

“Cuscuz Paulista”

The “Cuscuz Paulista” is made with corn flour, stuffed with several ingredients. The most used ones are palmito, bell pepper, tomato, corn, shrimp and fish. The mixture was created by the Indians and improved by the explorers.

 

“Cuscuz Nordestino”

Northeastern couscous is made in steam, with only salt. It is consumed at breakfast, moistened with coconut milk. An easy recipe, made in the mornings of Brazilian families. It is also one of the most commercialized couscous types in restaurants.

 

“Cuscuz Maranhense”

In Maranhão, a famous type of couscous is made with rice flakes, tapioca gum, water and salt.

 

Coconut Couscous

It is a type of sweet couscous made with fresh grated coconut, sugar and white corn flour. To serve, condensed milk is usually added.

Please reload

BUSCA POR ASSUNTO
Please reload