Featured Posts

Maurício de Dedé

November 21, 2019

1/4

 

O artesão Maurício é filho do já falecido Antônio de Dedé, que vem de uma família já conhecida no mundo da Arte Popular Brasileira. Essa história começou ainda na infância de seu pai, que começou a fazer peças aos oito anos de idade, com madeira e lata. Depois de vender esses brinquedos pela vizinhança, começou a receber encomendas de terreiros de umbanda próximos, que queriam bonecos de orixás e divindades.

 

Logo surgiram mais interessados e elea foi aprimorando sua técnica e criando um estilo próprio, com personagens que deixava expostos na estante de sua casa. Essa foi uma forma muito inteligente de mostrar seu trabalho aos passantes que podiam vê-los pela fresta da porta. Seu nome começou a circular localmente como um “fazedor de bonecos”. Com essa repercussão local surgiram as primeiras encomendas, e aí começaram as exposições em galerias de arte, que trouxeram muito reconhecimento ao trabalho dele.

 

A principal característica dessas obras é a expressividade do entalhe e a dramaticidade evidente em cada peça. Elas transmitem ao expectador sentimentos variados: da angustia ao humor irônico. São recriações inusitadas que variam entre animais, santos católicos e figuras humanas. Elas possuem cores e tamanhos variados, de 50 centímetros a dois metros de altura.

 

Hoje a família inteira tem obras em importantes coleções particulares e museus pelo Brasil. Considerado Patrimônio Vivo de Alagoas desde 2015, Antonio de Dedé faleceu no dia 16 de junho de 2017 em Arapiraca-AL, aos 63 anos.

 

Você pode adquirir as esculturas de Maurício de Dedé em nossa loja online ou lojas físicas:

 

www.e-fuchic.com.br

 

Fuchic Jardins

Endereço: Alameda Franca, 1.167

Telefone: 11 3085-0434

Celular/Whatsapp: 11 97639-5311

 

Brasil Presente Guarulhos

Endereço: Aeroporto Internacional de Guarulhos, Terminal 3, Portão 317,  Embarque.

Celular/Whatsapp: 11 94540-7910

E-mail: aeroportogru@fuchic.com.br

 

Com informações de:

http://artepopularbrasil.blogspot.com/2012/11/antonio-de-dede.html

Please reload

BUSCA POR ASSUNTO
Please reload